Fotografo: Ascom Agespisa
...
Equipe da Agespisa constrói módulos sanitários em Oeiras

A Agespisa está implantando ligações intradomiciliares de esgoto e construindo módulos sanitários em quatro cidades piauienses. O investimento, de R$ 41 milhões, é feito com recursos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com contrapartida do Governo do Estado.

Cerca de quatro mil ligações intradomiciliares e mil módulos sanitários vão favorecer moradores de baixa renda das cidades de Oeiras, Guadalupe, Ilha Grande e Murici dos Portelas. Em Oeiras e Ilha Grande, as obras já estão 70% executadas; em Guadalupe, 90%, e Murici dos Portelas, 20%. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em dezembro deste ano.

No dia 14 de setembro, a Agespisa vai entregar mais uma etapa da obra em Oeiras. Cerca de 20 ligações e módulos vão beneficiar os moradores dos bairros Santa Teresa, Parque Leste e Caneleiro. Em junho, a empresa finalizou a implantação de 350 ligações intradomiciliares e 170 módulos sanitários na cidade de Porto, que conta com 55% de cobertura de esgoto.

No total, o projeto prevê a execução de cerca de 26 mil ligações e de quase sete mil módulos sanitários, beneficiando mais de 100 mil pessoas. Os demais municípios na lista para receber os benefícios são União, Amarante, Madeiro, Joca Marques, Luzilândia, Santa Filomena, Ribeiro Gonçalves, Uruçuí e Floriano.

As ligações intradomiciliares são implantadas desde a parte interna das casas até a rua, onde são ligadas à rede. Já, os módulos sanitários, que são banheiros construídos na parte externa dos imóveis, possuem vaso sanitário, chuveiro, pia e caixa d’água.
“Esse investimento representa melhoria nas condições de saúde de grande parte da população, pois elimina fontes de poluição e contaminação”, ressalta o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim.