Fotografo: Arquivo Pessoal
...
Pamylla Samara Martins Lopes

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feita (28) o resultado Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a rede pública estadual comemora o desempenho dos alunos nas mais diversas áreas.

A aluna do Ceti Didácio Silva, Luiza Cavalcante Ribeiro, foi a 1ª colocada no curso de Direito, da Universidade Federal do Piauí, nas cotas para alunos de escola pública.

Luiza, que cursou o Ensino Médio no Ceti Didácio, diz que está muito feliz com o resultado. "Esperava passar, mas não achei que seria em primeiro lugar. Estou muito feliz porque realmente me esforcei muito ao longo do ano. Estou com uma sensação de dever cumprido recebendo esse resultado. Isso só comprova que quando a gente se esforça, o resultado vem", declara a mais nova caloura da UFPI.

Outro excelente resultado veio da cidade de Oeiras, onde o aluno Lucas Evangelista, estudante do CETI Desembargador Pedro Sá, conquistou o 1º lugar em Direito (Uespi-Floriano), no sistema de cotas.

Em Luzilândia, o destaque é para a estudante da U.E Luis Teixeira, Pamylla Samara Martins Lopes, 1ª colocada no curso de engenharia civil da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e para o aluno Hyllan  Rocha ,  1º  lugar em Matemática no Instituto Federal do Piauí. Em Campo Maior, temos o aluno José Tallyson da Silva, que foi 1º colocado para o curso de administração no Instituto Federal do Piauí DE Campo Maior.

Os estudantes que não foram selecionados podem participar da lista de espera a partir de terça-feira (29). Aqueles que foram selecionados devem fazer a matrícula nas instituições de ensino no período de 30 de janeiro a 4 de fevereiro. Os estudantes devem ficar atentos aos dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição em seu edital próprio.

Quem não foi selecionado pode ainda participar da lista de espera. A adesão pode ser feita na página do Sisu a partir desta quarta-feira até o dia 5 de fevereiro. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, 3,5 milhões de estudantes preencheram os requisitos.

Trabalho de resultados

A Secretaria de Estado da Educação realiza um extenso trabalho ao longo de todo o ano para preparar bem os alunos para os vestibulares, prova disso são dos excelentes resultados desses estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio, que garante o ingresso ao Ensino SUperior. O Pré-Enem Seduc, por exemplo, foi criado com o intuito de ajudar os alunos a revisar os conteúdos das disciplinas cobradas no exame e também de motivá-los e orientá-los para esta que é a principal porta de entrada para as universidades públicas.

"Uma das prioridades da Seduc com relação às revisões para o Enem, foi a democratização do ciclo de atividades. Queremos sempre obter os melhores resultados na educação como um todo e, para isso, ampliamos o acesso às aulas com as Revisões Itinerantes, que passaram por vários municípios do Piauí", explica o secretário de Educação, Hélder jacobina.

Em 2018 foram realizadas seis grandes revisões em Teresina, que atenderam milhares de alunos de todo o Estado, por meio de transmissões ao vivo pelo Canal Educação, TV aberta e rádio.  "No interior foram realizadas 20 revisões que beneficiaram mais de 18 mil alunos, além de oito revisões nos presídios para os privados de liberdade que se inscreveram no Enem PPL. Na véspera do Exame, promovemos o o Corujão da Vitória, em Teresina. Foram mais de 10 horas seguidas com as 12 aulas de revisão e os mais de 7 mil estudantes presentes. Trabalhamos para alcançar todos os estudantes que buscam uma oportunidade de crescimento por meio da educação, agora é só colher os frutos", disse Ellen Gera, superintendente de Ensino Superior da Seduc.

Outra ação de grande importância foi a campanha Passe Livre,  em parceria com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut), disponibilizou passes estudantis para os alunos do 3º ano da rede pública estadual, que moram em Teresina, para que estes pudessem trafegar gratuitamente no transporte público da capital, nos dias de aplicação das provas do Enem. A ação garantiu, pelo terceiro ano consecutivo, que o Piauí fosse o estado com menor taxa de abstenção do Enem.

"Esse ano, mais uma vez, conseguimos garantir o Passe Livre, para os estudantes da rede pública do interior e mais de 6 mil alunos da rede pública estadual de Teresina chegassem aos seus locais de prova. Não tenho dúvida que esse esforço para garantir o transporte, influencia diretamente no percentual de estudantes presentes à prova", afirma o secretário.