Fotografo: Divulgação
...
Ensino fundamental da rede pública do Piauí

A educação piauiense obteve resultados de destaque em âmbito nacional no ensino fundamental, no que diz respeito ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado na terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O índice tem metas diferentes para cada ano de divulgação e também metas específicas nacionais, por unidade da federação, por rede de ensino e por escola. O Ideb é calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Nos índices registrados nos anos iniciais, 67,3% dos municípios conseguiram alcançar o Ideb 5,9, em 2019, superando a meta nacional de 5,7, considerando tanto as escolas públicas quanto as particulares.

Na educação do Piauí houve o crescimento com equidade enquanto rede pública considerando o ensino estadual e municipal. A meta total para a rede pública do Piauí nos anos inicias era 4,6 e foi ultrapassada, atingindo 5,4, sendo oito escola igualando e superando a meta nacional.

Para os anos finais a meta foi ultrapassada com 4,6 diante do índice anterior de 4,2 no estado, assim, quatorze escolas estaduais obtiveram Ideb acima da meta nacional.  Na rede estadual, cerca de 34 escolas que ofertam o ensino fundamental anos finais atingiram e superaram a meta nacional.

Estes índices reforçam o trabalho desenvolvido pela Seduc, como declara a gerente de Ensino Fundamental da Seduc, Marília Aragão.

“Houve um grande avanço na qualidade da educação do Piauí. Isso devido à continuidade das políticas públicas, ações em regime de colaboração, Seduc, Undime e parceiros. Ultrapassamos nossa meta tanto nos anos iniciais como nos anos finais, melhoria para todos com equidade. Este resultado advém do planejamento estratégico compartilhado com Gerências Regionais de Educação (GREs), escolas e comunidade escolar, focando na progressão das habilidades, rotina escolar, formações continuadas, no socioemocional, combatendo a evasão, abandono e reprovação, melhorando o desempenho e contribuindo para o sucesso escolar”, disse a gerente.

Entre estas escolas está a Unidade Escolar Patronato Nossa Senhora de Lourdes, localizado no município de Campo Maior. A escola obteve nos anos inicias o Ideb 7,2 e a nota para o fundamental nos anos finais foi de 6,1. A frente da escola a diretora, Ir. Raimunda F. Paiva Neta, comemorou o resultado entre as melhores escolas da rede estadual com oferta dos anos iniciais no estado.

“Nós recebemos a notícia que estamos entre cinco melhores as escolas com Ideb no Piauí e este resultado se deve ao trabalho envolvendo a escola, alunos e familiares. O patronato prima muito pelo seu lema ’afeto e disciplina’ e neste lema procuramos sempre dar uma educação de qualidade e com professores empenhados para que a escola venha a oferecer o que tem de melhor para os alunos. Estamos agradecidos a alcançar esta posição e graças ao trabalho de todos que contribuíram para chegar a este resultado”, pontuou a diretora.

Avanços na educação

Com parte da oferta dedicada ao ensino fundamental, a Seduc ampliou o trabalho de estratégias do Pro Educação com foco na melhoria da proficiência dos estudantes nas disciplinas de língua portuguesa e matemática para o ensino fundamental. Esta melhoria foi estendida aos municípios em cooperação já existente.

O Mais Aprendizagem, programa de formação continuada com foco nos componentes curriculares de língua portuguesa, matemática e ciências, inclui diferentes estratégias de aprendizagem e formações beneficiando os professores das disciplinas. Em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o programa foi estendido à rede de 205 municípios pactuados, além da extensão à rede municipal do Sistema de Avaliação Educacional do Piauí.

Para implementação do Currículo do Piauí, na educação infantil e ensino fundamental com apoio do MEC, cerca de 186 municípios aderiram ao regime de colaboração para construir o currículo com foco na prática e homologia de processo e formação continuada.

Outra ação em andamento é o Programa Novo Mais Educação (PNME), destinado ao alunos do 3º ano ao 9º ano do ensino fundamental, que tem o foco na alfabetização, ampliação do letramento e melhoria do desempenho em língua portuguesa e matemática das crianças e dos adolescentes, por meio de acompanhamento pedagógico específico.

Para garantir o desenvolvimento da educação na área da alfabetização, a Seduc, em parceria com a Undime e Universidade Federal do Piauí (UFPI), executou, de 2016 a 2019, o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa 1 (Pnaic), que estabelece a obrigatoriedade de alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o fim do 3º (terceiro) ano do ensino fundamental com a adesão de 220 municípios.

Na sequência, foi realizado o Programa Mais Alfabetização (PMAlfa) 2019, o qual fortalece e apoia as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes regularmente matriculados no 1º e 2º anos do ensino fundamental com formação on-line para os professores.

A parceria se amplia em relação ao deslocamento dos estudantes para as unidades com o Programa Estadual de Transporte Escolar (Proete) em funcionamento em 120 municípios parceiros.

Ações na pandemia

Diante da pandemia do novo coronavirus, a Seduc estreitou as ações com municípios e Undime disponibilizando as formações e aulas pelo Canal Educação integrado ao Mais Aprendizagem. Os municípios também poderão participar das avaliações para medir o desempenho dos estudantes da rede.

Em 2020, em regime de colaboração com a Undime e a partir da necessidade do trabalho em home office e das aulas remotas, a formação passou a ser ofertada para os professores de todas as áreas do conhecimento e componentes curriculares, com temáticas focadas nas metodologias ativas.

Foram garantidas aos estudantes também as aulas remotas por meio do Canal Educação com a transmissão das aulas ao vivo para o ensino fundamental anos finais e ampliando o acesso da plataforma para os estudantes da modalidade.