Fotografo: Divulgação
...
Piauí Conectado atende população em agências da Caixa

Quem precisou se dirigir a alguma das principais agências da Caixa Econômica Federal em Teresina contou um atendimento diferenciado. Além das tendas e grades montadas desde a semana passada, nesta quarta-feira (13), o público pôde acessar internet gratuitamente e tirar dúvidas com profissionais treinados da empresa Piauí Conectado sobre o auxílio emergencial e o aplicativo da Caixa.

O autônomo Benael Amorim esteva na agência do Parque Piauí pela manhã para tirar dúvidas e aprovou a ação da Piauí Conectado. Ainda na fila, ele conseguiu o atendimento que queria, não precisando entrar na agência. “Eu estava atrás da informação da segunda parcela do auxílio e na fila eu descobri que ainda não tem data certa para sair. Fui orientado a aguardar em casa porque vai sair uma tabela com as datas de saque. O atendimento está excelente, tirei todas as minhas dúvidas”, afirmou.

Além da agência do Parque Piauí, também contam com os pontos Wi-Fi Piauí Conect e os funcionários para atender a público as agências Presidente Kennedy, Barão de Gurguéia e Dirceu Arcoverde I. A iniciativa faz parte do projeto Parcerias e Solidariedade, executado pela Superintendência de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc) em parceria com a Piauí Conectado.

Para o diretor-presidente da empresa, Emerson Silva, o objetivo de reduzir a quantidade de pessoas na fila e respeitar o distanciamento social vem sendo cumprido com sucesso. “Nós percebemos uma melhora significativa após a implantação das tendas e grades. Agora, com o atendimento nas filas, as pessoas descobrem que podem tirar suas dúvidas no próprio aplicativo da Caixa. É uma medida que garante mais conforto e mais segurança para quem precisa se deslocar até as agências”, enfatiza.

As quatro principais agências da Caixa já contam com estrutura de 50 tendas para proteção contra chuva e sol e 500 metros de grades para garantir a organização da fila. A expectativa é que o número de pessoas nas agências da Caixa aumente devido ao pagamento de outros programas do Governo Federal.

Segundo Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões do Piauí, a iniciativa facilita o acesso à informação, diminuindo aglomerações e gerando uma rede de proteção a todos envolvidos na ação. “De posse dessas informações e com o aplicativo funcionando, as pessoas podem sacar o auxílio em qualquer agência, diminuindo as aglomeração que vinham se formando nas maiores agências”, comenta.

Equipe

Os funcionários foram treinados pela Piauí Conectado e pela Caixa. Para a maioria deles, a função significa a primeira experiência profissional no mercado de trabalho. A maior parte dos colaboradores são estudantes.

Uma delas é a estudante Maria Eduarda, que avalia como positiva a experiência de facilitar o atendimento ao público. “O que me incentivou a participar dessa ação foi a possibilidade de ajudar a população num momento como esse e poder contribuir para a segurança de todos”, afirma.

Segundo Emerson Silva, diretor-presidente da Piauí Conectado, a contratação de colaboradores para auxiliar na Caixa, além do atendimento nas agências, também foi uma forma de gerar empregos. “Buscamos contratar estudantes, universitários que estão buscando o seu primeiro emprego. Com isso, conseguimos humanizar o atendimento nas agências da Caixa e dar oportunidade para estudantes terem experiência no mercado”, ressalta.

Sobre a Piauí Conectado

A Piauí Conectado possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP) com o Estado do Piauí, através da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), com o projeto Piauí Conectado. Durante a pandemia do coronavírus, a empresa vem desenvolvendo diversas ações de combate à doença.

O objetivo do projeto Piauí Conectado é modernizar os serviços públicos e a comunicação do Estado, com intuito de elevar o nível de desenvolvimento tecnológico do Piauí com a oferta de soluções tecnológicas nas áreas prioritárias do governo: educação, segurança e saúde.