Fundada aos 15 de maio de 2006

Cidadão Repórter

(86)94674396
Teresina(PI), Sábado, 25 de Setembro de 2021 - 08:26
16/07/2021 as 19:24 | Por Luiz Carlos Júnior | 150
Estado distribui matrizes de caprinos e leva esperança a 225 famílias do Semiárido
Ação beneficia 225 famílias de 30 comunidades do semiárido piauiense.
Fotografo: Divulgação
Matrizes de caprinos

O diretor-geral, Francisco Guedes, e o diretor técnico do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), André Rocha, estiveram, nessa quinta-feira (15), na Comunidade Serra Nova, em Campo Grande do Piauí, onde participaram da entrega de matrizes de ovinos e caprinos. Os animais foram adquiridos por meio do Programa Viva o Semiárido (PVSA), com recursos do FIDA e contrapartida do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), cuja gestora, Patrícia Vasconcelos, também participou da ação.

Os agricultores familiares também receberam unidades de palma irrigada e equipamentos. Além disso, os antigos sistemas de bombeamento para poços profundos foram substituídos por unidades que funcionam alimentadas por energia fotovoltaica.

Além de Campo Grande do Piauí, os municípios de Itainópolis, Geminiano, Francisco Santos, Queimada Nova, Santa Cruz do Piauí e São João da Varjota também foram beneficiados. Ao todo, foram distribuídos 1.350 animais e beneficiadas diretamente 225 famílias, em 30 comunidades, com investimento de R$ 1.968.565,70 na região.

A coordenadora do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) no Piauí, Maria Casé, comemorou a entrega dos animais e destacou que a ação é fruto do trabalho integrado dos órgãos do Estado que atuam em prol da agricultura familiar. “Isso aqui é a coroação de um processo de lutas muito grande e é também a realização de um sonho. A primeira e a última coisa que as pessoas perguntavam era pelos animais que, finalmente, estão chegando, junto com uma unidade de transferência de tecnologia de palma para distribuir para as famílias, em meio a um processo de irrigação utilizando energia solar, a muitas conquistas através de muita luta, mas, também, de muita sensibilidade do Governo do Estado, através do Emater e da SAF. Então, estamos aqui recebendo as matrizes e os reprodutores para que a gente tenha uma multiplicação de animais e, principalmente, de alimentos, de sonhos, de dignidade e de bem viver, que é por isso que a gente tanto luta”, destacou.

Na oportunidade, Francisco Guedes ainda esteve na comunidade Serra dos Camilos, onde o Emater atua prestando assistência técnica aos agricultores, que produzem mandioca. “Tudo isso é fruto da organização do Movimento dos Pequenos Agricultores com um governo popular. É mais um trabalho do Emater, coordenado pela Secretaria de Agricultura Familiar. Um trabalho do Governo do Estado, em prol de geração de mais renda e mais emprego para os agricultores familiares piauienses”, destacou o diretor-geral do Emater.

As ações do Projeto Viva o Semiárido visam promover uma das principais atividades do semiárido piauiense, além de estimular o fortalecimento das entidades representativas das agricultoras e agricultores atendidos pelo Instituto, levando dignidade às comunidades.

“A importância destes animais para nós é que, mais na frente, a gente vai ter um meio de sobrevivência, porque eles nos dão a possibilidade de produzir e se manter”, comemora Josenete de Sousa, moradora da comunidade Serra Nova.

Fonte: Ascom Emater-PI




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil