Teresina(PI), Domingo, 29 de Novembro de 2020 - 10:02
03/11/2020 as 20:45 | Por Redação CCOM | 585
Governador trata sobre plano de imunização com presidentes da Câmara e do Senado
Na audiência, ficou a intenção de participação das duas casas legislativas, no diálogo para se chegar a um acordo com o Governo Federal
Fotografo: Divulgação
Audiência de governadores e presidentes da Câmara e do Senado

O governador Wellington Dias considerou positivas as reuniões realizadas nesta terça-feira (3) com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado Federal, David Alcolumbre, juntamente com os demais governadores, para discutir a vacinação contra o novo coronavírus. Nos encontros, ocorridos em Brasília, ficou firmada a intenção de participação das duas casas legislativas, no diálogo para se chegar a um acordo com o Governo Federal, quanto a aquisição e distribuição das vacinas.

¨Primeiro pensar nos brasileiros, salvar vidas. A primeira vacina que tiver autorização científica, no caso do Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), essa será a vacina a ser adotada no Brasil, claro, com um conjunto de outras vacinas que tiverem aprovação”, pontuou Dias.

De acordo com o governador do Piauí, Câmara e Senado demonstram boa vontade e compromisso na construção de um acordo. Os governadores entendem que a condução do processo de imunização do povo brasileiro deve ficar com o Ministério da Saúde e buscam um entendimento para definir regras e garantir recursos para o Plano Nacional de Imunização.

“Saio, com os outros governadores, bastante animado no diálogo que temos para chegar a um entendimento. Essa medida de se fazer por legislação é uma alternativa, caso seja este o caminho. Mas acredito, pelo que ouvimos, é muito grande a chance que o Brasil tenha o caminho do plano que trabalhamos no último dia 20, como referência para a estratégia de vacinação no país”, destacou.

Ainda na tarde de hoje, Dias e os demais governadores terão audiência no Ministério da Economia, para tratar da mesma pauta. Na quarta-feira (4), o governador terá teleconferência com o médico Jarbas Barbosa, vice-diretor da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas-OMS), onde irão tratar sobre o replique do coronavírus em vários países e até no Brasil, como está ocorrendo em Manaus e em outros estados.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil