Fotografo: Ascom Fepiserh
...
Novembrinho Azul realizado em 2017

O Hospital Infantil Lucídio Portella promove na próxima terça-feira (20), o Novembrinho Azul 2018, uma campanha idealizada, organizada e realizada pelo hospital com objetivo de oferecer atendimentos a crianças do sexo masculino de 0 a 15 anos, alertando sobre doenças urológicas prevalentes na infância e adolescência, educação sexual e vulnerabilidades a agravos externos.

Dia 20 de novembro é o "dia D" da campanha, das 08h às 18h, no estacionamento externo do hospital, com estimativa de acolher até 500 pessoas, entre assistidos e cuidadores. Os pacientes que compareceram terão acolhimento multiprofissional, com consultas e avaliação, palestras, lanches e serviço de vacinação contra o HPV. O atendimento é aberto a todos sem necessidade de agendamento prévio.

A campanha faz alusão ao Novembro Azul, que é realizada por diversas entidades e dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. Este ano acontece a segunda edição do projeto na versão infantil, que já foi replicado para outros estados, tendo o Hospital Infantil do Piauí como referência.

Djalma Ribeiro Costa, médico uropediatra e coordenador da campanha, conta que será montada uma estrutura para atendimento a pacientes internos e demais usuários. "No acolhimento multiprofissional e palestras, teremos enfermeiros e estudantes de enfermagem, fisioterapeutas e graduandos de fisioterapia, assistentes sociais e estagiários, psicólogos e nutricionistas, que irão desenvolver atividades lúdicas, palestras, orientações e educação popular acerca dos objetivos da ação".

Djalma informa que nos ambulatórios, médicos, residentes e estudantes de medicina irão desenvolver atividades assistenciais àqueles que procurarem por consulta médica tendo como alvo os objetivos da ação e reconhecer enfermidades urológicas e vulnerabilidades sociais. Acrescenta que os pacientes que necessitarem de vacinação para HPV serão encaminhados para imunização no próprio hospital. Haverá ainda um espaço lúdico com alusão ao Novembrinho Azul, com animadores e lanches.

O médico destaca que os objetivos específicos do Novembrinho Azul são acolher o cliente/paciente e família/cuidador durante o dia D, desenvolver atividades de conscientização e educação popular ao longo do mês de novembro, sensibilizar adolescentes sobre os aspectos sexuais masculinos e os riscos inerentes a atividade sexual, conscientizar sobre fimose, criptorquidia, hérnias de parede abdominal, enurese noturna, disfunção miccional e evacuatória, infecção urinária, calculose do trato urinário, infecções sexualmente transmissíveis e insuficiência renal, alertar sobre os riscos de agravos externos e orientar sobre prevenção de agressão doméstica, no trânsito e na escola.

O pediatra acrescenta ainda que médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e graduandos trabalharão gratuitamente na campanha. Ele esclarece que os colaboradores envolvidos são do corpo clínico da instituição e convidados sem vínculo que se dispuseram a ajudar e a divulgar os objetivos da ação.

HPV
HPV é um vírus que atinge a pele e as mucosas, podendo causar verrugas ou lesões percursoras de câncer, como o câncer de colo de útero, garganta ou ânus. O nome HPV é uma sigla inglesa para "Papiloma vírus humano" e cada tipo de HPV pode causar verrugas em diferentes partes do corpo. O principal sintoma do HPV é o surgimento de verrugas ou lesões na pele, normalmente uma manchinha branca ou acastanhada que coça. Muitas vezes, no entanto, a lesão pode não ser visível a olho nu, aparecendo em exames como colposcopia, vulvoscopia e peniscopia. Normalmente as lesões aparecem na região genital, mas podem ocorrer em outras partes do corpo.