Teresina(PI), Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020 - 00:16
08/11/2020 as 18:40 | Por Sesapi | 442
Obra da nova Maternidade do Piauí está dentro do prazo previsto
A entrega deve ocorrer em setembro de 2021 com estrutura de 286 leitos, sendo 115 destinados à terapia intensiva
Fotografo: Divulgação
Obra da nova Maternidade do Piauí

As obras da Nova Maternidade, localizada na zona leste de Teresina, seguem dentro do prazo previsto. Toda a parte estrutural está executada com previsão de entrega do prédio em setembro de 2021. Realizada através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a iniciativa recebe investimentos aproximados de R$ 135 milhões e, quando pronta, será a maior referência neonatal do Piauí.

Pelo menos 35% das obras já foram concluídas e quando a maternidade estiver pronta deve desafogar as atuais maternidades do Piauí. A Nova Maternidade vai ter estrutura especializada para grávidas de médio e alto risco com 286 leitos. Deste total, 115 serão destinados à terapia intensiva, com 20 unidades somente em UTI adulta e 30 leitos de UTI neonatal. Além desses, serão instalados 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 leitos Intermediários Canguru, um espaço para acolhimento de mãe e bebê.

De acordo com o secretário Florentino Neto, o andamento da obra está dentro do prazo previsto. O contrato foi celebrado em maio de 2017, mas o início das obras só foi autorizado em setembro de 2018 depois de toda a análise feita pela Caixa Econômica Federal (CEF). “No mês de abril de 2020, a obra ficou parada por causa da pandemia e voltou a funcionar em maio num único turno, com pessoal reduzido. O trabalho só retornou à normalidade em junho deste ano”, afirma o secretário.

O secretário afirma que o térreo, primeiro, segundo, terceiro, quarto e quinto pavimentos estão em fase de acabamento. Ele explica que uma obra dessa grandiosidade pode ter intercorrências no decorrer do processo. “Quando a CEF autorizou o início das obras, a equipe começou a fazer as fundações. Mas em seguida veio o período chuvoso e houve um prejuízo no prazo de uns 60 para concluir as fundações por causa do terreno alagado pelas chuvas”, esclarece.

O novo centro de referência materno-infantil deverá desafogar toda a rede estadual de assistência neonatal e se tornar a principal referência nesse tipo de atendimento, posto ocupado atualmente pela Maternidade Dona Evangelina Rosa. “Estamos diante do maior empreendimento de saúde pública do Piauí, realizado nos últimos anos”, celebra o secretário Florentino.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil