Fotografo: Ascom PM-PI
...
Curso Nivelamento Tático

O secretário estadual da Segurança Pública, Fábio Abreu, ao lado do comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, participou, nesta segunda-feira (29), da solenidade de encerramento do 1º Curso de Nivelamento de Conhecimentos Táticos/CPMII (Comando de Policiamento Metropolitano II).

A capacitação tem como objetivo treinar os policiais militares, civis e agentes penitenciário, e foi executada sob a direção do Comando Metropolitano Área II, com o auxílio da 2° Companhia Independente do Promorar/PMPI.

Ao todo, 82 profissionais da segurança pública, sendo um delegado da Polícia Civil do Piauí e um agente da Polícia Civil do Maranhão,  dois agentes da Polícia Civil do Piauí, três agentes penitenciários e 75 policiais militares do Piauí, receberam, durante os cinco dias de formação, instruções sobre policiamento de choque, abordagem policial, orientação e sobrevivência, gerenciamento de crises, dentre outras disciplinas que compõem o currículo das forças especiais.

Para o concludente, soldado Rodolfo Marques, o curso trouxe para todos os participantes conhecimentos atuais. “Nós precisamos nos aperfeiçoar para servir a sociedade e este curso foi uma grande oportunidade. Agora, com esses novos conhecimentos, nós vamos dar continuidade a esse trabalho na área de segurança pública”, frisou.

O comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, destacou que uma das metas da sua gestão é nivelar o conhecimento do policial militar em todo o Estado e reafirmou seu compromisso de continuar qualificando os profissionais. “Para otimizar o trabalho realizado pela Polícia Militar não há outro caminho, que não seja a qualificação. Nosso desafio é proporcionar aos nossos profissionais conhecimento para que eles prestem o serviço que tem que prestar à sociedade, tendo condições de enfrentar qualquer tipo de situação nas ruas”, disse.

Em seu discurso, o secretário da Segurança lembrou da importância da família na vida de cada policial militar, bem como do aperfeiçoamento e capacitação dos profissionais da segurança pública. “Nós precisamos nos aperfeiçoar para servir a sociedade. Agora, a responsabilidade de cada policial que participou desse curso é compartilhar esse conhecimento. A preocupação do governador e da nossa gestão é manter um padrão na atuação dos policiais, nivelar o pensamento dos militares para uma forma única e objetiva de abordagem e com isso obter a máxima eficiência e segurança na realização do serviço prestado pela polícia”, ressaltou Fábio Abreu.