Fotografo: Divulgação
...
Coleta de sementes

Aproveitando o período de floração dos ipês, a Coordenação de Arborização da Prefeitura de Teresina está coletando sementes dessas árvores para fazer a produção de mudas. A coleta é feita durante todo o ano e envolve também mais de 70 espécies de árvores nativas, frutíferas e ornamentais.

“O resultado desse trabalho, dentro do projeto Teresina Mais Verde, foi a inserção de mais de 635.000 mudas de árvores plantadas na cidade de abril de 2013 a agosto de 2019. É um número grande, significativo”, considera Clóvis Júnior, coordenador de arborização do município.

Esse trabalho vem sendo realizado há mais de 30 anos. A equipe que faz a coleta foi treinada para escolher as melhores sementes. Todas viram mudas, que ficam disponíveis para a população nos viveiros da cidade.

“Nosso objetivo, além de manter o título de Cidade Verde, é também contribuir para amenizar as altas temperaturas na capital. Queremos colocar a população em contato com a natureza, além de diminuir os prejuízos do efeito estufa e dos malefícios das queimadas e dos desmatamentos”, ressalta Clóvis.

Outra espécie que tem a atenção especial da Prefeitura é o cajuí, que está ameaçado de extinção. A coordenação vem produzindo mudas e plantando em praças, escolas e espaços públicos espalhados pela cidade. Segundo o coordenador, trata-se de uma árvore que havia em abundância em Teresina e em todo o interior do estado, mas que vem desaparecendo e precisa de proteção. “Queremos que ele volte a ocupar seu espaço, de árvore nativa, alimentando nossa gente e florindo nossa cidade”, comenta.

Clóvis ressalta que a preservação das árvores nativas é uma política pública imprescindível para a preservação da memória da cidade. “O cajuí é dessas árvores que costumavam ser vistas com frequência nos quintais em Teresina. Era utilizado para a produção de doces, licores e sucos. A planta foi desaparecendo à medida que os quintais também foram sumindo das casas, dando lugar aos prédios, e também em decorrência das baixas nos índices pluviométricos nos períodos chuvosos ao longo dos anos”, explica.