Fotografo: Divulgação
...
Glademir Aroldi (CNM), reuniu-se, nessa segunda-feira (5), no Congresso Nacional, com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, reuniu-se, nessa segunda-feira (5), no Congresso Nacional, com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator da Reforma da Previdência no Senado, para tratar sobre a matéria. O parlamentar diz ser favorável à inclusão dos estados e municípios na Reforma.

Durante a reunião, Aroldi apresentou o panorama sobre a situação previdenciária nos municípios. “Os 2.108 municípios com regime próprio somam 70% dos servidores”, observa, apontando, ainda, informações sobre a economia que pode ocorrer com a inclusão dos entes que possuem Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

O texto da Reforma aprovado em primeiro turno na Câmara dos Deputados leva as novas regras previdenciárias apenas para os municípios que estão no Regime Geral de Previdência Social (RGPS) – 3.550 no total. Tasso Jereissati pontua que “estamos, basicamente, de acordo com a inclusão, nossa proposta é essa”.

A reunião teve ainda a presença do deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da proposta na Câmara, e outros representantes da CNM e equipe técnica dos parlamentares. No mesmo dia, a Confederação também se reuniu com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que trabalha pela inclusão dos municípios.

Com informações da CNM