Fotografo: Divulgação
...
Visita técnica para planejamento do Corso de Teresina

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, esteve reunido na manhã desta segunda-feira (3) com os órgãos e entidades envolvidos na organização do Corso de Teresina 2020 em uma visita técnica na avenida Raul Lopes para o planejamento de ações e estratégias de segurança durante todo o evento. Participaram representantes da Prefeitura Municipal, Strans, Fundação Monsenhor Chaves, Secretaria de Estado da Justiça, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

“Continuaremos com todo empenho da Segurança Pública com o Centro Integrado de Segurança, monitoramento por câmeras em toda a avenida, drones, elevados que proporcionam uma boa visualização por parte dos policiais, bloqueios nas entradas para a avenida evitando a entrada de objetos que podem ser usados como arma, mantendo assim a tranquilidade para que as pessoas possam brincar”, destaca Fábio Abreu.

Para garantir a tranquilidade dos foliões, a segurança contará com o apoio de quase mil agentes entre policiais militares e civis, bombeiros, guarda municipal e agentes de trânsito. “O Centro (Integrado de Segurança) será instalado na véspera do evento. Na manhã do sábado, dia 15, será iniciado o funcionamento até a manhã do domingo, dia 16. É deste ponto que teremos todo comando e controle do evento, assim como um ponto de atendimento para população para registro de boletins, com delegacias especializadas como a da Mulher e a de Direitos Humanos”, explicou o major Audivam Nunes, coordenador do Centro.

O esquema de segurança contempla uma área maior que o percurso da folia: homens da Polícia Militar estarão em pontos estratégicos que dão acesso à avenida com auxílio de viaturas, motocicletas e cavalaria. “A Polícia Militar fará o bloqueio em todas as ruas que dão acesso ao corso de Teresina com objetivo de revistar as pessoas, em busca de armas e recipientes de vidro, que serão recolhidos. Além disso, policiais militares serão distribuídos durante todo o percusso do evento em doze elevados, seis antes ponte e seis depois da ponte, ligados diretamente com o Centro Integrado instalado na avenida. Em torno do evento, haverá dez viaturas e doze motos fazendo o patrulhamento da área urbana e na área verde, teremos o efetivo do BPA, juntamento com cavalaria, além dos agentes de segurança da SSP-PI, Strans e guarda municipal”, explicou o tenente-coronel Oséas Canuto.

No Corso desse ano, a Secretaria de Justiça e a Secretaria de Segurança fazem uma parceria inédita. De acordo com o secretário de Justiça, Carlos Edilson, existem atualmente em Teresina cerca de 300 pessoas com tornozeleira eletrônica. “Teremos uma equipe dentro do Centro Integrado, durante o Corso de Teresina, que terá a função de monitorar pessoas que portam tornozeleira eletrônica, pois uma das vedações dessa medida cautelar é a não participação de aglomerações ou festas e caso tenha alguém nessas condições na avenida ele será identificado”, ressalta o gestor.

Neste ano, será feito um corredor de acesso para beneficiar os moradores do condomínio que fica na avenida Raul Lopes, que em outros anos ficaram impossibilitados de deslocamento. Em 2020, a Strans assumiu o compromisso de mudar o trânsito, em parceria com a FMC e a SSP, com apoio específico no local. Os bloqueios na ponte da Primavera e nas alças de acesso a Ponte Estaiada iniciarão as 16 horas no dia do evento (15).