Setrans e Imepi apresentam parceria para o monitoramento em rodovias


Experiência pioneira deve servir de base para a implantação do serviço em outros estados.

TRÂNSITO Publicada: 12/04/2018 15:18:22 Autor: Ascom Setrans
Foto: Divulgação
Setrans e Imepi apresentam parceria para o monitoramento em rodovias.

A Secretaria de Estado dos Transportes do Piauí (Setrans-PI) e o Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi) realizaram, nesta quinta-feira (12), uma reunião com técnicos e representantes dos Institutos de Pesos e Medidas (IPEM) dos estados de São Paulo, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Sergipe, a fim de apresentar a parceria formalizada entre os dois órgãos para o monitoramento e fiscalização de veículos de cargas e passageiros no estado.

O encontro, realizado no prédio da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), contou com a presença do coordenador-geral de Fiscalização do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Guaraci Monteiro, e de representantes da Associação Nacional dos Posto de Ensaio e Cronotacógrafos (Anpeci).

A parceria consiste na utilização da estrutura de monitoramento eletrônico dos postos de fiscalização da Setrans, por técnicos do Imepi, tendo em vista a fiscalização de veículos cuja utilização do cronotacógrafo é obrigatória. O Piauí é o estado pioneiro na implantação desse tipo de serviço, através de convênio.

O secretário Guilhermano Pires falou sobre a importância do convênio. “Essa parceria com o Imepi é de extrema importância, tendo em vista o monitoramento eficaz desse tipo de transporte. Além disso, deveremos duplicar, até o final de 2018, a quantidade de pontos de monitoramento eletrônico, além de implantar o sistema de balanças dinâmicas, que tem como objetivo a preservação da pavimentação asfáltica das rodovias e a prevenção de acidentes”, afirmou o gestor, ressaltando os ganhos para a regulação do sistema.

Para garantir o controle e manutenção das rodovias, além do sistema de monitoramento, a Setrans dispõe de balanças para pesagem nas rodovias PI 112, PI 113, PI 140 e PI 143, objetivando a aferição dos eixos dos veículos de carga que circulam pelas rodovias estaduais, em operações diárias, acompanhadas ao vivo.

Para o diretor-geral do Imepi, Maycon Danilo, a medida representa uma revolução no modo de fiscalização desse tipo de transporte. “Colocamos um fiscal do Imepi no centro de controle e monitoramento da Setrans, tendo em vista fazer o monitoramento das placas dos veículos. Através das imagens é possível verificar a situação de cada veículo e, a partir daí, fazer o auto de infração, caso estejam circulando irregularmente. Dessa forma, aumentamos a eficiência da fiscalização e diminuímos custos”, destacou.

O cronotacógrafo, também conhecido como tacógrafo, é um registrador instantâneo e inalterável de velocidade, tempo e distância, que grava as informações em discos ou fitas diagrama, que são aceitas legalmente como prova em caso de acidentes ou denúncias de má conduta do veículo. Todos os veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 quilos e os veículos com mais de 10 lugares são obrigados, pelo Código Brasileiro de Trânsito, a possuir tacógrafo. 

Galeria de Fotos

Publicidade

Comentários

Comente está notícia: