Fotografo: Divulgação
...
XXXI Fórum Nacional - Sessão Especial

O governador Wellington Dias participou nesta quinta-feira (19), na sede do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), no Rio de Janeiro, do painel Reforma Tributária e Situação Macroeconômica, realizado durante o XXXI Fórum Nacional - Sessão Especial. O evento reúne os principais economistas, sociólogos e cientistas políticos do país.

Na oportunidade, o chefe do executivo piauiense discutiu e defendeu a proposta de reforma tributária apresentada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne os secretários de Fazenda de todos os Estados e do Distrito Federal. “Pude externar a importância de se trabalhar um modelo mais simplificado, como o proposto pelo Confaz, gerando uma pactuação que sirva de parâmetro. É necessário também que se tenha um imposto mais justo, que saia do consumo e possa ser retido na renda e no patrimônio”, defende Dias.

O chefe de Estado piauiense destacou também a necessidade de manutenção dos mecanismos que garantam o combate à desigualdade no Brasil, como os fundos de desenvolvimento regionais - Fundos de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), do Nordeste (FDNE) e do Centro-Oeste (FDCO).

A proposta do Confaz, do qual faz parte o secretário de Estado da Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, prevê ainda a unificação de cinco impostos, bem como uma maior participação dos estados no comitê gestor.

O Fórum Nacional teve início em 1988 com a finalidade de oferecer propostas concretas para a modernização da sociedade brasileira. Em 1991 recebeu o status de permanente e desde então com a criação do Instituto Nacional de Altos Estudos (INAE).

Outros espaços do encontro tiveram como temática “Reforma da Previdência e crise financeira estadual” e "Infraestrutura: o desafio de modelar/estruturar concessões em transportes", este último a ser realizado na sexta-feira (20).